Franquias: como funciona esse tipo de negócio?

9 Ago 2023

Equipe trabalhando em prol de uma empresa blog cherto consultoria como funciona franquia

compartilhar

Você é empreendedor e já se perguntou como funciona uma franquia? Bom, se você atua como empresário, já percebeu que o cenário econômico está cada vez mais dinâmico e desafiador.

No Brasil, o último trimestre de 2022 fechou com um número de 63.800 franquias. Houve um crescimento de mais de 12% quando comparado ao mesmo período em 2021. 

Isso significa que as pessoas estão investindo mais nesse formato e, consequentemente, que ele está funcionando cada vez melhor.

É neste contexto que as franquias estão emergindo como uma opção atrativa e sólida, já que oferecem a oportunidade de entrar no mundo dos negócios com uma estrutura já estabelecida e um modelo que, comprovadamente, dá certo. 

Neste artigo, vamos tirar todas as dúvidas sobre como funciona uma franquia e como você pode escalar o seu negócio atual em outras unidades. 

O que é uma franquia?

Em essência, uma franquia é um modelo de negócio no qual o detentor da marca ou empresa (franqueador) concede a terceiros (franqueados) o direito de usar sua marca, produtos, serviços e processos em troca de um pagamento ou taxa. 

A franquia é uma parceria simbiótica, na qual ambas as partes envolvidas buscam alcançar seus objetivos financeiros e estratégicos.

O franqueador, que já possui um negócio bem-sucedido, decide expandir sua presença no mercado através da abertura de novas unidades. Em vez de lidar diretamente com todas as operações e investimentos necessários, ele opta por compartilhar o conhecimento e os recursos com empreendedores individuais interessados em gerir suas próprias franquias.

Como funciona uma franquia na prática?

Na prática, para que um negócio seja escalado e considerado franquia, existem alguns pontos cruciais.

1. Modelo de negócio padronizado

Uma das principais características das franquias é a padronização. O franqueador desenvolve um modelo de negócio bem-sucedido, incluindo processos operacionais, design de loja, identidade visual, treinamento de funcionários e estratégias de marketing. 

Essa padronização garante que todas as unidades da franquia ofereçam uma experiência consistente ao cliente, independentemente de sua localização.

2. Investimento inicial

Os interessados em abrir uma franquia geralmente precisam fazer um investimento inicial, que cobre os custos de implantação da unidade, treinamento e outras despesas iniciais. O valor do investimento varia com base na marca, setor e localização.

3. Taxas recorrentes

Além do investimento inicial, os franqueados geralmente pagam taxas recorrentes ao franqueador. Essas taxas podem incluir royalties (uma porcentagem das vendas) e fundo de propaganda (para financiar ações de marketing em nível nacional).

Varia de acordo com o perfil da empresa e com a proposta do franqueador.

4. Suporte contínuo

Uma das vantagens de se tornar um franqueado é o suporte contínuo oferecido pelo franqueador. Isso pode incluir treinamento em andamento, assistência na gestão e resolução de problemas, acesso a materiais de marketing e inovações contínuas no modelo de negócio.

5. Autonomia e diretrizes

Apesar da padronização, os franqueados têm certa autonomia na gestão de suas unidades. No entanto, eles devem aderir às diretrizes estabelecidas pelo franqueador para manter a integridade da marca e a coesão entre todas as unidades.

O crescimento do negócio depende dos dois fatores: seguir a proposta inicial mas inovar de acordo com a região e as necessidades locais.

Quais são os benefícios que as franquias oferecem?

As franquias oferecem uma série de benefícios, tanto para os franqueadores quanto para os franqueados:

1. Menos risco

Abrir um novo negócio do zero envolve um alto grau de incerteza e risco. As franquias reduzem esse risco, pois operam com um modelo já testado e bem-sucedido. 

2. Reconhecimento de marca

Os franqueados se beneficiam do reconhecimento de marca do franqueador, o que pode resultar em maior visibilidade e atração de clientes desde o início.

3. Economia de escala

Devido à compra em grande escala e ações de marketing em nível nacional, as franquias podem se beneficiar de economias de escala que podem não estar disponíveis para pequenos negócios independentes.

Os principais desafios das franquias

No entanto, as franquias também apresentam desafios a serem considerados:

  • Se adequar ao custo inicial e aos recorrentes;
  • Identificar as restrições de padronização e trabalhar em cima delas para crescer com inovação;
  • Criar uma boa relação com o franqueador para estar atento às atualizações do modelo de negócio, suporte e inovação.

Gostou do conteúdo?

As franquias representam uma oportunidade lucrativa para os empreendedores que desejam entrar no mundo dos negócios com uma estrutura já estabelecida. 

O funcionamento das franquias é baseado na parceria entre franqueadores e franqueados, em que a padronização, o suporte contínuo e os benefícios de marca são os pilares centrais. 

Seja você um aspirante a empreendedor ou um investidor em potencial, entender como as franquias funcionam pode ser um passo fundamental para alcançar o sucesso nos negócios.
Você quer transformar o seu negócio em uma franquia lucrativa? Conheça as soluções da Cherto e escale agora o seu empreendimento.

Confira também: Consultor de franquias

Tags

como funciona uma franquia franquias o que é franquia

Franquias: como funciona esse tipo de negócio?

9 Ago 2023

Equipe trabalhando em prol de uma empresa blog cherto consultoria como funciona franquia

compartilhar

Tags

como funciona uma franquia franquias o que é franquia